NOVA TRADIÇÃO KADAMPA

BUDISMO KADAMPA

Budismo Kadampa é uma escola Budista Mahayana fundada pelo grande Mestre Budista Indiano Atisha (982-1.054 d.C.). Seus seguidores são conhecidos como “Kadampas”. “Ka” se refere aos ensinamentos de Buda e “dam” às instruções especiais de Atisha sobre o Lamrim, (“as Etapas do Caminho à Iluminação” também conhecidas como Lamrim Kadam). Assim, “Kadam” refere-se a união dos ensinamentos de Buda e das instruções de Atisha e os praticantes sinceros do Lamrim Kadam são denominados Kadampas.

O Dharma Kadam está de acordo com a experiência diária das pessoas: ele não pode ser separado da vida diária. 

O Lamrim Kadam é o grande espelho do Dharma, no qual podemos ver o modo como as coisas realmente são e por meio do qual também podemos ver o que devemos conhecer, o que devemos abandonar, o que devemos praticar e o que devemos alcançar. E é somente usando este espelho que podemos ver a grande bondade de todos os seres vivos.

Fundadores do Budismo Kadampa

Venerável Atisha

O grande Mestre Budista Indiano Atisha(982-1.054 d.C.) foi responsável por reintroduzir o puro Budismo no Tibete.

Apesar do Budismo ter sido introduzido no Tibete duzentos anos antes por Padmasambhava e Shantarakshita, a prática Budista no país havia sido amplamente destruída durante o expurgo anti-Budista do Rei Tibetano, Lang Darma (por volta de 836 d.C.), um seguidor de Bön, uma religião pré-Budista do Tibete.

Convidado por Jangchub Ö, um governante de Ngari no Tibete ocidental, Atisha foi requisitado para apresentar um Dharma que todos poderiam seguir e que mostraria como todos os caminhos de Sutra e Tantra poderiam se praticados em conjunto.

Leia Conselhos do Coração de Atisha

Em resposta, Atisha escreveu Luz para o Caminho, o texto original do Lamrim que serviu como base para todas as instruções Lamrim subsequentes. O amplo renascimento da pura prática do budismo no Tibete nessa época foi devido a Atisha.

 

Je Tsongkhapa

Je Tsongkhapa, cujo nome de ordenação era Losang Dragpa, foi um grande mestre budista tibetano do século 14, que fomentou o budismo Kadampa que Atisha havia introduzido três séculos antes.

A aparição de Je Tsongkhapa no Tibete havia sido prevista por Buda.

Je Tsongkhapa pacientemente ensinou aos tibetanos tudo o de que eles precisavam para o seu desenvolvimento espiritual, do passo inicial para entrar numa prática espiritual até a realização final da budeidade.

Era então a época de ouro do Tibete, e milhares de tibetanos foram inspirados pelo exemplo imaculado de Je Tsongkhapa, de pura disciplina moral, grande compaixão e profunda sabedoria libertadora.

Os seguidores de Je Tsongkhapa ficaram conhecidos como os “novos Kadampas”, e hoje em dia budistas Kadampas em todo o mundo estudam seus ensinamentos e tentam seguir seu puro exemplo.

Venerável Geshe-la

Venerável Geshe Kelsang Gyatso é um mestre de meditação plenamente realizado e um professor de budismo de renome internacional.

É autor de 23 livros altamente aclamados que transmitem perfeitamente, para o nosso mundo moderno, a antiga sabedoria do Budismo. Geshe Kelsang também fundou mais de 1.200 centros e grupos budistas kadampa por todo o mundo.

Geshe-la, como é afetuosamente chamado por seus alunos, foi inicialmente responsável pelo reflorescimento do Budismo Kadampa em nossa época.

Desde oito anos de idade, Geshe-la estudou em importantes universidades monásticas do Tibete e recebeu o título de ‘Geshe’, que significa literalmente ‘amigo espiritual’. Sob a orientação do seu Guia Espiritual, Trijang Rinpoche, ele então passou os próximos 18 anos em retiros de meditação nos Himalaias.

Em 1977, ele aceitou um convite para ensinar no Centro de Meditação Kadampa Manjushri na Inglaterra, onde passou a viver e a dar ensinamentos e orientações a um grupo crescente de discípulos.

Praticando Dharma no dia-a-dia

Integrando seus conhecimentos de todos ensinamentos de Buda em sua prática de Lamrim e integrando isso a sua vida diária, Budistas Kadampa são encorajados a usar os ensinamentos de Buda como métodos práticos para transformar suas atividades diárias em caminho a iluminação. Os grandes professores Kadampa são famosos não somente por serem grandes eruditos, mas também por serem praticantes espirituais de imensa pureza e sinceridade.

Festivais Kadampa

Todos os anos, a NKT-IKBU organiza Festivais Kadampa mundiais sobre budismo e meditação que explicam às pessoas como aplicar os ensinamentos de Buda (Dharma) em nossa vida moderna. Esses Festivais podem ser eventos nacionais e internacionais.

Os eventos têm o tempo médio de duração que pode ser entre dois dias e duas semanas, mas qualquer que seja sua duração, todos oferecem férias diferentes: uma chance de se libertar da rotina agitada da vida diária e se concentrar nas coisas que realmente importam.

A visão de Venerável Geshe-la ao criar festivais é dar aos praticantes um caminho para que possam deixar de lado por alguns dias, suas angústias e preocupações diárias e assim abrir mais espaço mental para aprimorar suas esperiências na prática de Dharma.

Quando nosso único trabalho é pensar sobre o Dharma, algo incrível acontece: sentimos na prática os efeitos do treino. Sentimos as mudanças na nossa própria mente. E é essa experiência de pureza que nos muda profundamente e fortalece nossa determinação de seguir com nosso treino regular.

Projeto Internacional de Templos pela Paz Mundial

Venerável Geshe Kelsang Gyatso, fundador da NKT, dedica sua vida a ajudar as pessoas a encontrar a verdadeira felicidade, desenvolvendo a paz interior por meio da meditação e outras práticas. Ele projetou um programa de educação internacional que oferece a todos, independentemente da nacionalidade ou sexo a oportunidade de conhecer técnicas simples para desenvolver a capacidade da sua mente e por fim, alcançar a paz interior permanente da iluminação. Até o momento, este programa foi implementado em mais de quarenta países.

A intenção compassiva de Geshe Kalsang está incorporada no Projeto Internacional de Templos (ITP), um fundo internacional único dedicado ao benefício público. O ITP promove o desenvolvimento internacional de Templos e Centros de Retiro.

Todas essas instituições fornecem um serviço público que exemplifica a fé budista.

Diretora Espiritual Geral, Gen-la Kelsang Dekyong

Gen-la Kelsang Dekyong, Diretora Espiritual Geral da NKT-IKBU e a Principal Professora Residente no CMK Manjushri é uma monja moderna dedicada a ajudar pessoas em diferentes momentos de vida à alcançar a felicidade duradoura através do desenvolvimento de paz interior.

Ela foi aluna de Venerável Geshe Kelsang Gyatso por trinta anos. Enquanto ensinava internacionalmente, ela inspirou milhares de pessoas por meio de sua confiança sincera em seu Guia Espiritual, sua dedicação incansável e seus ensinamentos claros e acessíveis.

Em todas as suas atividades variadas como Diretora Espiritual Geral, Gen-la Dekyong está dedicando a sua vida para ajudar o Dharma Kadam a florescer no mundo.

Vice Diretor Espiritual Geral, Gen-la Jampa

Gen-la Jampa é um professor budista renomado reconhecido internacionalmente e Vice Diretor Geral da Nova Tradição Kadampa (NTK-IKBU).

Como professor senior da NKT, Gen-la Jampa foi aluno do Venerável Geshe-la por muitos anos e sob a orientação de Geshe-la, ensinou em muitos centros e eventos ao redor do mundo.

Gen-la é muito querido por seus ensinamentos claros e inspiradores e sua capacidade de tocar o coração das pessoas por meio de sua sinceridade e bondade amorosa.

Diretora Espiritual Nacional, Gen Kelsang Mudita

Gen Kelsang Mudita é Diretora Espiritual Nacional da Nova Tradição Kadampa e Professora Residente no Centro de Meditação Kadampa Mahabodhi, em São Paulo. Há mais de 15 anos é discípula de Venerável Geshe Kelsang Gyatso Rinpoche e dedica sua vida para o florescimento do Dharma Kadam no Brasil.

Gen Mudita é muito admirada especialmente por sua maneira habilidosa de apresentar os ensinamentos de forma tão prática e fácil de aplicar na vida cotidiana. Por meio da sua abordagem gentil, ela tem ajudado muitas pessoas a encontrar a verdadeira felicidade em seus corações.

TOP